Praça Rui Barbosa,34 - 87175-000 - Centro - Itambé - Paraná

Economia

Bolsa Família pode suspender benefício de 13,8 mil pessoas

Terça-feira, 19 de abril de 2011

Última Modificação: 25/01/2017 16:41:41 | Visualizada 145 vezes


Ouvir matéria

 

Mais de 13,8 mil beneficiários podem ter o pagamento do Bolsa Família suspenso no Paraná pela falta de frequência escolar ou desatualização dos dados. O comparecimento à escola é obrigatório para crianças e adolescentes atendidos pelo programa.   

 

O número de famílias que correm o risco de ter o benefício suspenso no Estado representa pouco mais de 2% do total do País. Em todo o Brasil, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) pode suspender o pagamento de 572 mil beneficiários do programa.  

 

O MDS informou nesta segunda-feira (18) que irá notificar nos extratos de pagamento e pelos correios as famílias com integrantes em idade escolar cujos dados não foram localizados no sistema de acompanhamento da frequência escolar. De acordo com o ministério, caso a informação permaneça desatualizada, o benefício deverá ser suspenso em maio.  

 

As famílias e as prefeituras terão até outubro para atualizar os dados e realizar a matrícula de estudantes entre seis e 17 anos que não estejam frequentando a escola. Quem não atender ao compromisso terá o pagamento do Bolsa Família cancelado a partir de novembro.  

 

Frequência   

 

A frequência escolar é obrigatória para todos os estudantes entre seis e 17 anos cujas famílias recebem o benefício. Para alunos com até 15 anos, a frequência mínima exigida pelo programa é de 85%. Já adolescentes entre 16 e 17 anos devem comparecer a pelo menos 75% das aulas.

 

Fonte: Agência Estado/www.hnews.com.br

Bolsa Família pode suspender benefício de 13,8 mil pessoas Crédito: Arquivo
Legenda:

 Galeria de Fotos

 Veja Também

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-Feira, das 8:00 às 11:00 - 13:00 às 17:00

DOWNLOADS