Praça Rui Barbosa,34 - 87175-000 - Centro - Itambé - Paraná

SAÚDE

Novos equipamentos de informática vão melhorar desempenho em saúde.

Quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Última Modificação: 25/01/2017 16:40:13 | Visualizada 90 vezes


Ouvir matéria

As unidades da Secretaria de Estado da Saúde recebem novos equipamentos a partir desta segunda-feira (16). São 801 computadores, 232 impressoras e 50 notebooks que vão renovar 40% do parque tecnológico da sede da secretaria, das 22 regionais de saúde e de outros órgãos vinculados, como Hemorrede, Central de Transplantes e Laboratório Central do Estado (Lacen). O investimento é de R$ 2 milhões. Também foram adquiridas 20 geladeiras para o armazenamento e conservação de vacinas, com investimento de R$ 400 mil.

 “A aquisição das máquinas é uma etapa importante do processo de reestruturação da secretaria, para ofertar um serviço mais apurado, com qualidade e agilidade das informações”, disse o secretário Michele Caputo Neto. Ele apresentou os equipamentos nesta segunda-feira (16), no Departamento de Logística da Saúde, em Curitiba.

 Caputo Neto reafirmou o compromisso do governo em levar os serviços de saúde para mais perto das famílias paranaenses. “O Governo do Estado honra o compromisso assumido com a população, cumprindo pela primeira vez na história do Paraná a Emenda 29, que garante o repasse de 12% da arrecadação estadual para a saúde”, destacou o secretário. Com a medida, o orçamento da pasta aumentou em R$ 340 milhões.

 O investimento para a aquisição dos equipamentos de informática é de R$ 2 milhões, repassados pelo governo federal por meio do bloco de vigilância em saúde. Os computadores usados serão devolvidos ao departamento de informática da secretaria e os que estiverem em boas condições de uso irão equipar setores dos hospitais.

GELADEIRAS – As 20 geladeiras, específicas para o armazenamento e conservação de vacinas, serão enviadas para 17 regionais de saúde, Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais de Curitiba e de Londrina e uma para a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba.

 No ano passado, o Paraná ficou entre os primeiros estados no cumprimento de metas de vacinação em campanhas contra gripe e sarampo, por exemplo. “A qualificação da rede de frio é uma das prioridades da secretaria em 2012 e garantirá a qualidade dos imunobiológicos e estoque maior de vacinas nas regionais”, destacou Caputo Neto.

 

 

Além dos requisitos normais para refrigeração, os equipamentos possuem um sistema de controle informatizado da temperatura, acoplado a um computador e um sistema de alerta de panes no seu funcionamento. No caso de queda da energia elétrica, por exemplo, o sistema aciona por telefone um plantão de sobreaviso.

 As geladeiras de aço inoxidável têm capacidade de armazenamento de até mil litros, isolamento térmico mínimo de 10 centímetros e paredes de poliuretano. Possui portas com vidros antiembassantes, discador telefônico para até três números diferentes, sistema de alarme sonoro com bateria recarregável e software e saída serial compatível com sistema Windows para monitoramento via computador.

 AVANÇOS – Na solenidade, foram destacados outros avanços obtidos na área, como o repasse de recursos estaduais para 50 hospitais, do Programa de Apoio e Qualificação de Hospitais Públicos e Filantrópicos do SUS no Paraná (HospSUS). A medida tem por finalidade melhorar a qualidade do atendimento, aumentar a oferta de leitos hospitalares à disposição do SUS e reduzir o tempo de resposta nos serviços de urgência

Fonte: http://www.aen.pr.gov.br

 Veja Também

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-Feira, das 8:00 às 11:00 - 13:00 às 17:00

DOWNLOADS