Praça Rui Barbosa,34 - 87175-000 - Centro - Itambé - Paraná

Meio Ambiente

IAP vai reforçar fiscalização de pesca ilegal.

Domingo, 10 de abril de 2011

Última Modificação: 25/01/2017 16:41:41 | Visualizada 141 vezes


Ouvir matéria

 

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) vai intensificar as ações para impedir a caça e a pesca ilegais no Estado. A informação foi divulgada pelo presidente da instituição, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, durante visita ao Escritório Regional de Paranavaí e localidades atendidas pela equipe do IAP na região na quinta-feira (07). “A forma cruel como os pescadores promovem a pesca, armando suas redes de forma ilegal, será amplamente fiscalizada”, reiterou.

 As medidas visam o cumprimento da legislação ambiental por meio de autuações, apreensões de embarcações e encaminhamento dos casos às delegacia para lavrar o processo de crime. O presidente do IAP ouviu as principais demandas ambientais e conheceu o trabalho realizado nas Unidades de Conservação, a Estação Ecológica do Caiuá e Parque Estadual de Amaporã.

 “Precisamos valorizar as ações promovidas na região, especialmente, a questão da fiscalização da caça e pesca, que é muito importante. Infelizmente ainda se constata a pesca predatória nos rios e, principalmente, na área de segurança próximas as comportas dos reservatórios de usinas”, argumentou.

 AÇÕES INTERNAS - O presidente passou aos funcionários as novas diretrizes do órgão e do Governo do Estado. “Nosso objetivo é fazer do IAP um órgão técnico, ético e com credibilidade. Para isso, precisamos dar condições e auxílio aos funcionários. São eles que se relacionam diretamente com a população e sabem as maiores necessidades dos moradores”, disse.

 O chefe do Escritório Regional do IAP em Paranavaí, Mauro Cezar Braga da Rocha, avaliou que a reunião com os funcionários foi produtiva. “São fundamentais ações como esta para os funcionários perceberem que estamos tentando dar melhores condições de trabalho”.

 O presidente também vistoriou as obras do novo Escritório Regional, que deve ficar pronto em dois meses. O local dará maior conforto e condições de trabalho aos funcionários e usuários. A sede atual escritório regional é um imóvel alugado, de difícil acesso aos usuários e sem boas condições de atendimento e de trabalho.

 

Fonte: www.aen.pr.gov.br

 Veja Também

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-Feira, das 8:00 às 11:00 - 13:00 às 17:00

DOWNLOADS